30 de maio de 2011

Especial - Papa Roach (Time for Annihilation)


Depois de um fenômeno que foi o post do Avenged Sevenfold, o primeiro post que conseguiu tirar a liderença do Apocalyptica, você fica com muitas dúvidas sobre qual deveria ser o próximo post. Depois de muito pensar, e saber que a Katy Perry lança um novo single na próxima semana, decidi fazer um Especial, totalmente justíssimo, para o último álbum do Papa Roach. Nesse que provavelmente seja o maior post de todos os tempos incluindo os Top's.

Esse álbum tem uma singularidade que me atraiu desde o primeiro momento, e com certeza é um dos motivos que me faz escuta-lo sempre, ele mistura músicas inéditas gravadas em estúdio, com versões ao vivo de singles dos outros álbuns do Papa Roach. É muito bom ouvir Scars, Getting Away With Murder, To Be Loved, entre outros em versão ao vivo. Além disso as músicas inéditas são muito boas, o primeiro single desse álbum foi Kick In the Teeth, depois veio Burn, e agora em março será lançado o terceiro single (No Matter What).

Pelo fato desse álbum ter vários singles novos, e mais singles antigos ainda, vou organizar por ordem cronólogica do álbum mais antigo, até o mais novo, ou seja do álbum Infest até o Time for Annihilation, pois o primeiro álbum do Papa Roach não tem nenhum single lançado. Como esse álbum tem a maioria dos singles ao vivo, é lógico que colocarei versões ao vivo das músicas aqui, mas também deixarei link para os clipes oficiais.



Last Resort o primeiro single a ser lançado da banda mostra perfeitamente como será o ritmo da banda em todos os seus álbuns, pois se você escutar a banda ao longo do tempo perceberá poucas mudanças na batida e no ritmo dela. Se a banda tivesse uma pegada ruim isso poderia ser algo negativo, mas como a batida da banda sempre foi boa, isso pode ser uma vantagem, mostrando a uniformidade do grupo.

Letra: Last Resort

Clipe Oficial: Last Resort



Between Angels and Insects foi o outro single escolhido do álbum Infest, tem uma pegada um pouco mais leve que Last Resort, até porque a letra dessa música exige uma batida um pouco menos agressiva, mas mesmo assim o ritmo se mantém ao mesmo estilo de Last Resort.

Letra: Between Angels and Insects

Clipe Oficial: Between Angels and Insects



O álbum lovehatetragedy também não possui nenhum single no Time for Annihilation, apesar de eu achar que Time and Time Again poderia se encaixar perfeitamente nesse álbum.

Agora o álbum Getting Away With Murder está presente com dois singles, e na minha opinião um dos dois melhores singles da banda, o primeiro single que é o próprio nome do álbum tem um clipe que marca e um ritmo que contagia, te levando a fazer as "dancinhas" que o vocalista Jacoby Shaddix faz durante o clipe.

Letra: Getting Away With Murder

Clipe Oficial: Getting Away With Murder



"I tear my heart open, I sow myself shut. My weakness is that I care too much. My scars remind me that the past is real. I tear my heart open just to feel." This is Scars, this is the second single of the Getting Away With Murder album. Preciso falar mais alguma coisa ? Acredito que não, apenas o refrão já mostra tudo o que essa música significa, e para aqueles que acompanham meu Twitter toda vez que falo sobre Scars estou me referindo a esse trecho que coloquei acima. 


Letra: Scars


Clipe Oficial: Scars





...To Be Loved é o primeiro single do álbum The Paramour Session. ...To Be Loved é uma música totalmente contagiante que faz você não ficar parado e cantar junto com ela, ao mesmo estilo de Getting Away With Murder só que muito mais potencializado. Mesmo porque ...To Be Loved tem um ritmo mais rápido que Getting Away With Murder.


Letra: ...To Be Loved


Clipe Oficial: ...To Be Loved




Forever o segundo single do álbum The Paramour Session como o nome já sugere tem um ritmo muito parecido e uma letra tão boa quanto Scars. Ela faz parte dos singles que tem letras mais marcantes e um ritmo um pouco mais leve que os outros singles.

Letra: Forever



Time is Running Out e a outra música escolhida do álbum The Paramour Session, não eu não errei de banda, é Papa Roach mesmo, não Muse, apesar de eu particularmente preferir a música do Muse. Mas isso não tira os méritos dessa ótima música do Papa Roach.

Letra: Time is Running Out



Chegamos ao álbum Metamorphosis e ao single Hollywood Whore, uma música assim como Forever e Scars possui uma pegada mais leve e uma letra bem trabalhada. Para aqueles que sabem um pouco de inglês assistam essa versão ao vivo que deixarei aqui e preste atenção nos comentários extramemente fodidos que o Jacoby Shaddix faz antes de começar a música.

Letra: Hollywood Whore

Clipe Oficial: Hollywood Whore



Lifeline outro single do álbum Metamorphosis, e o último dos singles ao vivo do álbum Time for Annihilation, é na minha opinião um dos singles mais sem sal da banda, apesar de ter uma pegada mais forte que Hollywood Whore não é uma música que consiga a empolgar. 

Letra: Lifeline

Clipe Oficial: Lifeline



Finalmente chegamos ao álbum Time for Annihilation e ao primeiro single dele, Kick in The Teeth, a música do Anderson Silva. Afinal é praticamente impossível ouvir essa música e não associar com o belíssimo chute que o Anderson deu no Belfor no UFC.

Letra: Kick In The Teeth

Clipe Oficial: Kick In The Teeth


Burn é o segundo single do álbum Time for Annihilation, é uma música que me faz lembrar muito a o ritmo e a batida de Last Resort. Com um single bem trabalhado, é uma música que te faz cantar junto com ela.

Letra: Burn

Clipe Oficial: Burn



No Matter What será o terceiro single do álbum Time for Annihilation, ele será lançado agora em Junho. No Matter What faz parte do grupo de singles que tem Scars, Forever e Hollywood Whore, ou seja, espere uma música com um ritmo mais leve, e com uma letra muito bem trabalhada. No Matter What é na minha opinião a melhor das músicas inéditas desse álbum. Quando o clipe oficial for lançado eu atualizo esse post e coloco ela aqui.

Letra: No Matter What



Todos esses singles justificam o fato desse álbum ser na minha opinião o melhor do Papa Roach, a única ressalva que faço, é que Time and Time Again deveria estar no lugar de Time is Running Out ou Lifeline, mas isso não tira o brilho desse magnífico álbum.